domingo, 30 de dezembro de 2012

Capítulo 40 - Happen naturally

"Acontecer Naturalmente" 





Vic's POV

Já havia se passada duas semanas desde quando eu e Max voltamos, nosso relacionamento estava muito bem mas poderia estar melhor se fosse algo realmente oficializado, pelo menos não precisariamos ficar escondendo isso da midia, é muito ruim sair com o Max a lugares publicos e não poder tratar ele como namorado, na balada é um caso a parte, nós ficamos e talz mas quando saimos da boate é sempre separados e em outros lugares público tambem. Mas eu não quero estragar nosso relacionamento, deixa como está eu tambem não quero que ele namore comigo por pena, como ele disse que não sabe o que ele senti por mim, então vou ajudá-lo a descobrir e o namoro vai depender do tempo.
Já era anoite, o relógio marcava 00:15a.m fui até a sacada e Max estava fumando, o típico hábito que eu mais odeio nele, fiquei ao lado dele e ele me olhou e sorriu.
– Fumando a essa hora amor. - Disse.
– Deu vontade. - Ele deu de ombros.
Permaneci quieta, ele terminou o cigarro e me abraçou por trás, me virei de frente pra ele e ele me deu um selinho, fiz uma cara feia e ele riu.
– O que foi ? - ele perguntou.
– Sua boca, está com gosto de cigarro. - Fiz uma cara de desaprovação.
– Você odeia que eu fume não é ? - Ele perguntou.
– Sim. - Respondi breve.
Ele ficou calado e abaixou a cabeça.
– Max, você nunca pensou em parar ? - Perguntei e ele voltou seu olhar a mim.
– Já, mas não consigo. - Ele disse.
– Eu sei que é dificil, mas não custa tentar. - Disse acariciando seu rosto.
– Eu estou fumando bem menos teve uma fase que estava sem tempo nem pra comer imagina pra fumar, agora está tudo calmo novamente e eu ainda continuo fumando menos. - Ele respondeu.
– Isso é bom, mas só será ótimo quando você parar, você e o Tom. - Disse e ele fez ficou me encarando. - Olha Max, eu não quero mudar seu habitos, eu não quero te mudar eu só me preocupo com você e com a sua saúde você sabe que cigarros não são legais pra ninguém. - Disse.
– Eu sei meu amor, mas é como eu te falei, isso é dificil de largar é um vicio. - Ele disse.
– Eu sei meu amor, mas se você disser que está disposto a tentar eu posso te ajudar, isso não precisa ser agora, mas quando você se sentir preparado para isso fala comigo? - Pedi e ele assentiu sorrindo.
– Vou escovar os dentes e volto, me espera aqui. - Ele disse e eu sorri assentindo.
Fiquei esperando ele na sacada, me virei e fiquei admirando as estrelas do céu, fiquei pensando em tudo o que aconteceu comigo, eu era uma simples fã brasileira que esperava anos para ver os meninos do The WANTED no Brasil e agora estou aqui em Londres e morando com eles, e a melhor parte tendo um relacionamento amoroso com o meu membro favorito. Fui acordada dos meus desvaneios com os braços de Max se envolvendo em minha cintura, senti um arrepio no corpo todo e ele beijou minha nuca.
– Maximillian isso é golpe baixo. - disse.
– O que ? isso ? - Ele perguntou e beijou minha nuca de novo.
– Max, você sabe que eu fico arrepiada. - Disse rindo.
– Adoro te deixar arrepiada. - Ele disse e eu me virei de frente pra ele.
– Eu tambem adoro te deixar arrepiado. - Disse e mordi o pescoço dele colocando minha mão por dentro da camisa dele e arranhando se abdomem sarado.
Ele contraiu os musculos do abdomem e gemeu baixo no meu ouvido.
– Assim você me deixa mais que arrepiado. - Ele disse no meu ouvido o que me fez ficar molhada mas me contive.
– Seu safado. - Disse e empurrei ele e comecei a rir.
– Quem manda você me provocar? - Ele disse se aproximando de mim com um olhar sedutor.
Entrelacei minhas mãos na nuca dele e seli nossos lábios com um beijo calmo porém cheio de desejo, era incrivel como cada vez que nos beijávamos era como se fosse o primeiro beijo, suas mãos apertaram forte minha cintura e me puxou contra o corpo dele como se ele quisesse fazer de nós dois um só.

– Ow casal, Martin ligou disse que ele e Scooter estam vindo pra cá pra fazer uma reunião urgente. - Siva disse abrindo a porta.
– Mas o que o Martin quer uma hora dessa? - Max perguntou irritado.
– Não sei, ele falou que é a respeito da festa de lançamento do clipe I Found You. - Siva disse.
– Droga, poderia ser amanhã essa reunião. - Max reclamou.
– Amanhã não teremos tempo Max, amanhã temo uma entrevista em uma rádio, passagem de som, e anoite show. - Siva o lembrou.
– É mesmo amor, amanhã é sexta e vocês não teram sussego até passar essa festa, vocês estão cheios de entrevistas, shows e os ensaios.-Disse.


xxxxXxxxx


Max's POV

Martin chegou e nós nos reunimos na sala, olhei no relógio que marcava 01:15a.m pois é estavamos fazendo reunião de madrugada, por isso que falo que a vida de famoso é imprevisivel, ua hora você está ali curtindo sua vida e outra hora já estava focado no trabalho.
– Então meninos a festa de lançamento do clipe I Found You será no sábado da outra semana ás 08;00p.m eu já convidei alguns famosos como o Justin Bieber, o Pitbull, Lawson, Jessie J, Carly Rae Jepsen e The Sartuday os outros convidados são as nossas familias, amigos intimos, pessoa da equipe enfim, conhecidos. - Martin explicou.
– Acabei de ter uma idéia aqui. - Jay disse.
– Qual? - Martin perguntou interessado.
– Acho justo dividirmos esse momento com nossos fãs, pena que não caberá todos na festa mas acho que poderiamos fazer uma promoção valendo o ingresso pra festa. - Jay disse.
– Concordo. - Siva e Nathan disseram juntos.
– Eu tambem, acho uma boa ideia. - Disse.
– Sim, eles vão ficar super felizes. - Tom disse.
– Sua ideia é boa Jay mas como seria essa promoção ? - Martin perguntou.
– Nós poderiamos anunciar no site e no twitter a promoção, ai nós poderiamos fazer uma twitcam com perguntas sobre nós e quem respondesse primeiro e respondesse certo ganharia. - Tom disse.
– E podem ser 10 ingressos. - Siva completou o pensamento.
– Bom, pode ser mas isso vocês teram que fazer segunda-feira. Então vou pedir para atualizarem o site e depois vocês já começam a divulgar a promoção. - Scooter disse. - E na festa de lançamento só vocês vão cantar, agora se vocês quiserem chamar algum convidado pra cantar fica ao critério de vocês.
– Quero cantar Call Me Maybe com a Carly. - Tom disse animado.
Vic e Luisa começaram a rir do Tom, ele ficou olhando pra elas sem entender o motivo do riso, aliás eu e os meninos ficamos sem entender.
– Do que estão rindo ? - Tom perguntou.
– Meo você se empolga muito cantando Call me maybe, to até vendo você todo "Vida loka" cantando. - "Vida Loka" Vic disse em português e Tom fez uma cara estranha.


– Vi... vida loka? - Tom perguntou
– Vida Loka é uma giria brasileira que nós usamos para pessoas loucas como você. - Lu explicou.
– Eu não sou louco, eu sou feliz. - Tom disse e nós rimos.
Enfim, a reunião continuou e quando acabou já era quase 3:0a.m sendo que amanhã acordariamos as 09:00a.m para estarmos as 11:00a.m na rádio. Depois que Martin e Scooter foram embora a nossa agitação aumentou e o sono foi totalmente embora, nós só ficamos pensando na festa, de como será ótima, Martin e Scooter falou que talvez contrate a imprensa da MTV para entrevistas do lado de fora da festa. Nunca fiquei tão ansioso por um lançamento de um clipe igual eu estou.
– Bom, vocês ficam ai conversando que eu vou dormir. - Lu disse.
– Eu também vou. - Vic disse se levantando. - Boa noite bebê. - Ela disse e me deu um selinho.
– Boa noite bebê. - Respondi.
Ficamos mais um tempão na sala e depois fomos dormir.

Comente com o Facebook:

Um comentário: